Nosso Blog

O que pensam os seres vivos que habitam nossa agência?

Lean Startup: a ferramenta que sempre existiu.

20 de maio de 2016
Como pequenas mudanças na gestão podem te levar ao topo. Apesar de não ser surpresa ou novidade, fazer mudanças na gestão para melhorar a empresa e aumentar sua capacidade para enfrentar as dificuldades conjunturais ainda causa certo alvoroço. A resposta para certas questões já existem, mas foram colocadas como opcionais. E o que boa parte as companhias não entende é que chegou o momento de levar a sério essas ideias e conceitos. Está na hora de fazer funcionar. Um desses conceitos é o sistema Lean Startup. Famoso entre as companhias brasileiras no final da década de 90, atingiu primeiro o setor automotivo – onde nasceu essa filosofia. Depois, se expandiu para a manufatura em geral, e por fim, como um vírus, se alastrou por todas as organizações, desde hospitais até bancos, e outras empresas de serviços.   Mas afinal, o que é Lean Startup? O lean pode ser traduzido, cruamente, como enxuto. Envolve a identificação e eliminação sistemática de desperdícios. De um modo geral, qualquer método lean usa a estratégia de atuar localmente em cada item de desperdício de tempo, custo ou recursos, para chegar a uma qualidade maior e ao mercado mais rápido. Inspirado por esse conceito, o americano Eric Ries passou os últimos anos combinando ideias de marketing, tecnologia e gestão e criou o termo “Lean Startup“. Suas ideias envolvem, por exemplo, o ciclo Build – Measure – Learn (Construir – Medir – Aprender), desenvolvimento de clientes, métodos ágeis de desenvolvimento de produtos e uma interação constante com os usuários para testar diferentes hipóteses de como o produto se encaixa no mercado, antes mesmo de lançá-lo. Com a crise econômica brasileira, isso caiu como uma luva. E muitas empresas perceberam que esse conceito não é mais uma opção, algo que se pode fazer eventualmente com outras iniciativas e mesmo dentro das práticas usuais de gestão. O pensamento lean tem por objetivo, em essência, eliminar desperdícios em toda a companhia, ao mesmo tempo em que busca aumentar a agregação de valor em tudo o que se faz. Soa perfeito, não é? Em outras palavras, o sistema lean é um modelo de gestão que visa identificar e desenvolver as atividades que agregam valor aos clientes (o que eles estão realmente dispostos a pagar) e eliminar os desperdícios (o que eles não estão dispostos a pagar). Com isso, consegue-se ir além das iniciativas pontuais de redução de custos, tornando-as não simplesmente um esforço conjuntural, mas um tipo de pensamento permanente e que envolve a todos, o tempo todo. Colocar o foco na necessidade dos clientes, no valor e no desperdício acaba melhorando os resultados financeiros e a rentabilidade como consequência. Ou seja, ao mesmo tempo em que se reduz custos, aumenta-se o valor daquilo que é oferecido ao cliente, e o mais importante: sem fazer investimentos ou adicionar mais recursos, pois a mudança é de gestão, mudando a maneira de fazer as coisas. Atualmente sabemos que a gestão lean funciona bem em qualquer setor econômico e em todas as áreas da

Veja 10 dicas para fazer uma apresentação comercial de sucesso em uma reunião.

4 de abril de 2016
Veja 10 dicas para fazer uma apresentação de sucesso em uma reunião: 1 – Conte uma história durante a apresentação. Elabore um material com começo, meio e fim.   2 – Seja objetivo no conteúdo. Não perca tempo com informações irrelevantes ou contextualizando demais.   3 – Divirta-se durante a apresentação. Demonstre paixão, personalidade e entusiasmo. Isso ajuda você a se conectar com a plateia e a conseguir a atenção do público.   4 – Deixe as luzes acesas. Você faz parte da apresentação, portanto, não fique escondido no escuro.   5 – Use um controle remoto. Ele é fundamental para dar dinamismo na hora de passar de uma tela para a outra da apresentação.   6 – Movimente-se. Chegue perto do público, circule pela sala, interaja com as pessoas. Isso ajuda a não deixar a apresentação monótona.   7 – Aposte na simplicidade. Para causar impacto no público, não é necessário cometer excessos. Eles podem contribuir, inclusive, para que a audiência fique dispersa.   8 – Em alguns momentos, apague a imagem da tela. Ao fazer isso, a atenção do público será direcionada a você.   9 – Evite usar o laser para apontar informações na tela. Isso deixa a apresentação cansativa.   10 – Surpreenda. Faça algo diferente e único. Isso fará com que as pessoas lembrem-se de você e do que apresentou.   Exemplos de apresentação criadas pela agência ADD+, quer saber mais? comercial@addagencia.com Boas vendas!   Sua agência não mensura seus resultados, seu site não gera conversão? Não perca mais tempo e venha para uma #GooglePartner: http://goo.gl/PAXX6Z

Progressive Web Apps

21 de fevereiro de 2016
O que são Progressive Web Apps? Aplicativo Web vs. Aplicativo Nativo Essa disputa entre aplicativos nativos vs. web apps já vem acontecendo por vários anos. Enquanto algumas pessoas falam que a web não deveria tentar imitar os aplicativos nativos, outras lutam para fazerem seus sites performarem tão bem no browser como um aplicativo nativo. Aos poucos, funcionalidades que eram exclusivas de aplicativos nativos (como geolocalizacão ou push notifications) foram chegando até o browser e diminuindo a barreira entre um e outro. O conceito de Progressive Web App (aplicativo progressivo para a web), no entanto, é um pouco diferente. Ele começa como uma simples aba no Chrome e se torna “progressivamente mais app” à medida em que você engaja e interage com ele. Até chegar ao ponto onde basta você adicionar o Web App à sua página inicial e pronto: ele passa a adquirir funções que antes eram exclusivas de aplicativos nativos: geolocalização, notificações, uso offline, etc. Esse tipo de aplicativo progressivo utiliza as capacidades dos navegadores modernos para entregar ao usuário uma experiência tão boa quanto a de um aplicativo nativo. Perceba que esses apps são diferentes de um app híbrido, que utiliza uma aplicação em HTML5 envolvida por um casco nativo, mas que ainda assim precisa ser instalado pela App Store. As vantagens para o usuário A principal vantagem para o usuário é a de não precisar se comprometer a baixar um aplicativo antes mesmo de saber se valerá a pena ou não. Esse é um dos maiores problemas dos apps nativos de hoje, e os progressive web apps prometem deixar essa barreira completamente invisível e gradual. Nada de ter que ir até a app store, esperar o download do app, abri-lo pela primeira vez ou ter que se cadastrar antes de começar a usá-lo. Com a combinação da tecnologia certa (possibilitada pelos browsers mais modernos) e o design certo (um fluxo de engajamento que não tenha barreiras ou fricção), em pouco tempo as empresas podem começar a experimentar com essa solução híbrida e progressiva de aplicativos. As vantagens técnicas Além da vantagem para o usuário (não precisar passar por todo o processo de download e instalação do aplicativo nativo), os aplicativos web progressivos também apresentam algumas vantagens técnicas quando comparados tanto aos aplicativos nativos e aos aplicativos web. Dá uma olhada na lista criada por Alex Russel em seu blog: Responsivo: se encaixa mais facilmente em qualquer resolução de tela. Independente de conexão: com a tecnologia de Service Workers, o aplicativo pode funcionar até quando o usuário está offline. Interações tão avançadas quanto de apps. Sempre atualizado: o usuário não precisa “baixar uma atualização do app” de tempos em tempos. Como está tudo na web, na próxima vez que ele abrir o app a nova versão já estará lá. Seguro: o conteúdo do app é servido com TLS para prevenir intrusos. SEO-friendly: os mecanismos de busca conseguem encontrar o conteúdo dos aplicativos (o que consequentemente beneficia tanto os usuários quando as empresas). Re-engajável (ops, tradução bizarra): os aplicativos web progressivos permitem enviar notificações aos usuários para trazê-los de

Como geramos leads e vendas para nossos clientes!

25 de janeiro de 2016
Na era digital suas suas oportunidades de vendas crescem na medida que as pessoas pesquisam sobre produtos e serviços na internet. E é por aí que sua empresa deve começar a gerar leads. A ADD+ desenvolve campanhas de geração de leads e inbound marketing para levar potenciais clientes até a sua equipe de vendas. O trabalho de uma equipe comercial é fazer negócios com clientes potenciais e para isso é preciso classificar cada cliente para tirar um melhor proveito da sua base. Existem várias formas de segmentar essa base de clientes – desde a famosa listinha em um caderno simples, até softwares de gestão de clientes – porém existem algumas regras básicas para gerenciar com eficiência a sua base. Uma ferramenta em alta hoje é o funil de vendas, onde a primeira etapa é onde se encontram todos os leads (cadastros) captados e a cada nova etapa esse número diminui, aumentando a qualidade do lead, isso quer dizer que quanto mais o lead avançar no seu funil, maior a chance de negócio fechado. A utilização de um funil de vendas não é algo tão simples como parece, e precisa de alguns cuidados especiais, vamos ver a seguir 3 dicas para melhorar o gerenciamento do seu funil. Captação de leads O primeiro passo para iniciar o funil é gerar e captar novos leads, para isso utilizamos de ações de marketing e comunicação para atrair esse cliente para nossa base. Por ser a primeira etapa do funil é ela quem vai ditar o ritmo das demais, isso quer dizer que se gerarmos leads qualificados uma quantidade maior deles chega à etapa final da venda, já se utilizarmos ações que visam apenas o quantitativo a porcentagem de vendas no final será consequentemente menor. Para uma captação eficiente priorize sempre a geração através de conteúdo, informe sobre seu produto, o faça ter alguma experiência com seu produto/serviço, com isso o potencial do mercado será mais explorado. Investir muito não significa maior resultado, já que na maioria das vezes esse investimento é generalizado e não segmentado, vamos dar maior importância para ações pontuais e especificas, buscando o nosso público alvo. Exemplo: http://simuladorconsorcio.com.br/consorcio-audi/ Relacionamento A chave do sucesso desse funil será o nosso relacionamento com os clientes, não basta captar o lead e esquecê-lo. Para manter um bom relacionamento é preciso ter sempre dados atualizados e todos os contatos feitos com esse lead devem ser registrados no cadastro dele, para isso podemos usar um CRM, que facilita a gestão desse cadastro e dos contatos com ele. Com essas informações em mãos precisamos interagir com o cliente, ligar, mandar e-mail, enviar um brinde, precisamos deixá-lo ciente de que não nos esquecemos dele e que sempre que ele precisar estaremos à disposição. Nem sempre a interação deve ser oferecendo algo ao cliente, esse é um erro comum e gera o resultado inverso, o cliente não quer mais nem abrir um e-mail, fala que não está quando ligamos para ele e, com isso, nossa relação acaba e ele deixa de fazer

Layout/Design Responsivo – Aumente sua taxa conversão e fature mais

29 de outubro de 2015
#sejamobile Agora não é mais diferencial ter seu projeto formatado para dispositivos móveis é essencial. – 6 em cada 10 espectadores usam o mobile ao mesmo tempo que assistem TV – 62% têm mais de 25 anos. 47% são da classe C – 86% dos usuários de smartphone fazem pesquisa de compras no mobile – Apenas 28% do tempo é gasto com redes sociais e entretenimento. Com o aumento da variedade de telas, dispositivos celulares e tablets, todos com conexões à internet, nasceu o conceito de design responsivo, que é entregar uma interface que se ajuste à qualquer dimensão de tela e dispositivo. Apesar de não ser novo, ele certifica que independentemente de onde seu site seja acessado, da forma e do contexto, ele se adequará da melhor forma ao ambiente digital. Segundo pesquisa do CETIC.br divulgada em junho deste ano, o número de brasileiros que acessaram a internet por meio de celular ultrapassou 52 milhões em 2013. Esses números são de pesquisa realizada entre setembro e fevereiro de 2014 entre áreas urbanas e rurais. Isso indica que as pessoas estão mudando a plataforma e o jeito de se navegar na internet. É necessário estar pronto para atender essas mudanças. Certamente você já teve a experiência de entrar em um site que estava com formas distorcidas ou fora do padrão da sua tela de celular, tablet, televisão, entre outros. O design responsivo veio para solucionar o problema de não sabermos de onde o usuário acessará nosso site ou até mesmo em qual plataforma e navegador. Ele tem o objetivo de fechar essa lacuna com várias possibilidades de adaptação. Usar esse procedimento te deixa um passo à frente no quesito “experiência do usuário”, um conceito muito importante responsável pelo sucesso de grandes sites. O uso de celulares no mundo cresceu consideravelmente, chamando a atenção de grandes empresas que têm investido nessa plataforma, e não se adequar a essa tecnologia mobile pode te deixar obsoleto. Atualmente o dispositivo móvel é utilizado por diferentes pessoas de diferentes classes sociais. Ao que tudo indica, esse número de pessoas que utilizam seus celulares para navegar na internet só crescerá. Para te ajudar a ver como esse conceito pode mudar o cenário atual do seu site e alavancar de maneira significativa seus acessos e experiência dos usuários, listamos alguns dos principais benefícios que ele pode trazer: É uma opção econômica e viável Com o design responsivo, você evita ter que investir em diferentes sites para diferentes plataformas. Afinal, o mesmo layout se adapta a qualquer tela em que ele for carregado. Melhora a experiência do usuário e as chances de coversão Um padrão, além de proporcionar clareza e objetividade ao seu espaço digital, ajuda o usuário a ter melhor experiência de navegação. Com isso, você aumenta as chances de conversão, pois o visitante interage melhor com o conteúdo. Posiciona melhor seu site em ferramentas de busca Como o Google, por exemplo. Além de práticas de SEO, o design responsivo também ajuda a colocar seu site melhor posicionado em ferramentas

Case LandingPage Responsivo – Construtora / Incorporadora / Setor Imobiliário

21 de outubro de 2015
Case LandingPage Responsivo – Construtora “Eles escolheram: Agência ADD+” Fomos convidados a participar do lançamentos de alguns empreendimentos imobiliários e da construção de seu sites institucionais, seguem abaixo mais informações e os links sobre os projetos. Marketing Digital e Site dos Empreendimentos Responsivo (Mobile): Home Flex Premium, Murano Braz de Pina, Lumiere, Alpha Office Place, Salinas Riviera de São Lourenço, Omni Residence, Lagalerie, Trend Loft, Bella Collina, Marusan Vivance e Site Institucional Damebe Construtora. Temos integração com diversos CRM’s para facilitar o gerenciamento de seus contatos e mantê-los segmentados em cada estágio, de forma prática e automatizada. Sua agência ainda não mensura seus resultados? Quer saber como conseguimos obter resultados para seu negócio com a internet? Clique aqui. #sejamobile. Agora não é mais diferencial ter seu projeto formatado para dispositivos móveis é essencial. – 6 em cada 10 espectadores usam o mobile ao mesmo tempo que assistem TV – 62% têm mais de 25 anos. 47% são da classe C – 86% dos usuários de smartphone fazem pesquisa de compras no mobile – Apenas 28% do tempo é gasto com redes sociais e entretenimento. Ainda não formatou seu projeto para Mobile? Clique aqui. “Esteja presente em todos os lugares” Jorge Botossi, CEO ADD+

Case Site Responsivo Grupo JSL

21 de outubro de 2015
Case Site Responsivo Grupo JSL “Eles escolheram: Agência ADD+” Fomos convidados a recriar o site do Instituto Julio Simões #sejamobile. Agora não é mais diferencial ter seu projeto formatado para dispositivos móveis é essencial. – 6 em cada 10 espectadores usam o mobile ao mesmo tempo que assistem TV – 62% têm mais de 25 anos. 47% são da classe C – 86% dos usuários de smartphone fazem pesquisa de compras no mobile – Apenas 28% do tempo é gasto com redes sociais e entretenimento. Ainda não formatou seu projeto para Mobile? Clique aqui.

ROI Retorno sobre o investimento – Infográfico

24 de setembro de 2015
Case ROI Retorno sobre o investimento Referências: Gustavo Sanchez Palencia – Empreendedor e Consultor Digital AIDAX – Know more, act better™ – Bigdata / Web Analytics
UX Experiência do Usuário

UX: Experiência do Usuário para o E-Commerce

24 de setembro de 2015
Case ADD+ UX em Ecommerce, clique aqui. Referências: Gustavo Sanchez Palencia – Empreendedor e Consultor Digital Fabricio Teixeira – User Experience Designer AIDAX – Know more, act better™ – Bigdata / Web Analytics

Case Restaurante Djapa – Marketing Digital

24 de setembro de 2015
  Afinal, atualmente você sabe o quanto é importante adotar uma estratégia para posicionar sua empresa no mundo on-line, e conseguir obter resultados. O que não é claro é como fazer tudo isso. A falta de conhecimento é o motivo mais comum, levando em conta que existem várias estratégias que podem ser utilizadas. Qual a melhor para o seu negócio? Qual levaria sua empresa a alcançar bons resultados? Case Restaurante Djapa Em 2014 fomos procurados pelo proprietário do restaurante Djapa, tinhamos como incumbência de fazer um lançamento da mais nova casa de sua operação em Moema – São Paulo. Tarefa nada fácil, Moema é considerado um dos bairros típicos de restaurantes orientais de São Paulo. Mas tinhamos nas mãos o melhor Restaurante de comida Oriental da cidade de Mogi das Cruzes com serviço de primeira, só tinhamos um problema que todas as agências sofrem: Prazo curto. Fase 1 – Planejamento e Execução Marketing Digital Recebemos isso do DNA da nova gestão. Ganhamos corpo para executar grandes projetos em espaços curtos medindo seus resultados durante esse processo. Levantamento de Requisitos faz parte desse processo como em qualquer outra agência mas iniciamos do básico e ao nosso ver Arquitetura da Informação quando for criar um site é algo básico que todas nós agências temos acesso a essa informação o tempo inteiro, mesmo assim vejo projetos lindos que não funcionam. Para um sucesso no mundo digital seu site tem que funcionar ao ponto máximo que um usuário bêbado possa navegar. Isso irá fazer e muito a diferença para seu negócio. Você trata a recepção do seu negócio como seu filho e a porta de entrada do seu mundo digital que é seu site não merece essa dedicação? Acredite usabilidade é regra para UX (Clique aqui e entenda essa sigla), e UX funcionando aumenta seu ROI (Retorno sobre seu investimento). Seu usuário não é obrigado a saber como encontrar seu cardápio, ele não tem a obrigação de saber em quais cidades seu serviço é aceito, ele não irá buscar por você na rede social se você não der pelo menos essa informação no primeiro email que ele receber de você e você não tem que saber as etapas que esse processo é conduzido você só precisa certificar de que seu site será bem feito e sempre analisado (métricas via Google Analytics) Cansamos de receber projetos executados por outras agências que não se dão o trabalho de integrar Google Analytics. E com métricas você analisa resultados que irão ajuda-lo ganhar posições dentro do Google e isso você já sabe como funciona certo? Clique aqui e fale com uma Google Partner. Não existe segunda página do google, por tanto se no inicio você pensar em outra sigla SEO (Search Engine Optimization, também Otimização de Sites ou também Otimização para Buscas) e no básico de todo projeto fazer o básico (Onpage) irá fazer total diferença no futuro. Cobre sua agência por isso. Não precisamos de muito para pegar carona em uma longtail e atingir nossos objetivos nessa ação de lançamento do novo local solicitado como job pelo Djapa. Temos 1737 acessos no ultimo mês via busca

Case Veran Supermercados Delivery – Plataforma Ecommerce

2 de setembro de 2015
  Em 2014 fomos convidados pela diretoria do Veran Supermercados para resolver problemas de conversão de vendas em sua plataforma. Após 1 ano criando e executando diversas ações – veja mais em (case LandingPage Responsiva, Portfólio Campanha Veran) elegemos o Youtube Ads como canal principal de divulgação de nossa campanha. Veran Delivery – Fase 1 Mudança de plataforma e-commerce, migração e fase 2 iniciada. Após algumas métricas analisadas no Google Analytics – que é um serviço gratuito e oferecido pela Google – em sua plataforma antiga, constatamos que a experiência de compra proposta ao usuário era algo realmente frustrante. Por meio de pesquisas de satisfação utilizando Typeform.com (Fácil de utilizar e simples de personalizar) descobrimos que os usuários faziam diversas reclamações sobre navegação, facilidade e outras modernidades utilizadas por grandes players. Isso nos deixou claro com relação a conclusão obvia que nosso setor de UX nos alertava a alguns meses: experiência de compra em um supermercado online é bem diferente de uma loja online de roupas ou calçados. É incrível como correções de usabilidade em seu e-commerce podem trazer ganhos reais nas conversões de vendas. Após a migração de plataforma, informe ao seus clientes as mudanças: “Call to Information”. Ajude sua agência, procure por soluções de fácil integração que permitam descobrir informações do acesso (Clientes efetivos x Usuários ainda não identificado), dessa forma pode-se tratar os usuários de forma exclusiva conforme comportamento pré determinado em perfis. Como criamos e validamos? Sempre iniciamos pelo protótipo, e isso tem funcionado e muito nas idas e vindas ao longo do desenvolvimento de nossos projetos. Algumas das funcionalidades abaixo foram propostas por usuários da plataforma antiga. Ouça seus clientes (case ADD+ Ação Marketing Digital) isso faz a diferença sempre! Plataforma e-commerce/tecnologia? A escolha não foi fácil. Por que o Yebo – Ecommerce API? Em testes feitos por nossa equipe de desenvolvimento, essa startup promete realmente um avanço em como personalizamos nossos layout, propondo experiências de compras únicas aos clientes de nossos clientes, além é claro de sua API Full, que tínhamos como regra para integração junto ao ERP Consinco (maior player ERP de varejo focado em supermercados) e a possibilidade de implementação Omni-Channel.   Funcionalidades Veran – Personalização Ambiente Yebo   Pesquisa por “Lista de Compra” O usuário pode digitar vários produtos na mesma pesquisa e assim buscar a lista de compras de maneira mais rápida e funcional.     Pesquisa Inteligente Os resultados da procura dos usuários são exibidos de forma inteligente utilizando um algorítimo desenvolvido especialmente para produtos. O resultado é uma busca mais qualificada dos produtos, gerando maior conversão.       Detalhe de produto otimizado Além de poder escolher a quantidade, adicionar ao carrinho ou à lista de compras, o usuário também consegue ver produtos relacionados, agregando a compra.     Claro que essa funcionalidade acima, analisada em uma navegação do usuário em um supermercado online, é pouca utilizada. Preferimos inserir o botão adicionar e campo de quantidade diretamente na listagem dos produtos. Como efetuamos análise do comportamento dos usuários em nossos projetos? Com o AIDAX – Know more, act

A Revolução dos Micro-Momentos: como eles estão mudando as regras

14 de agosto de 2015
O comportamento de consumo mudou para sempre. Hoje, a batalha pela conquista de corações, mentes e dinheiro é vencida ou perdida em micro-momentos – minúsculos momentos de intenção de tomada de decisão e formação de preferências que ocorrem durante a jornada do consumidor. Leia mais sobre esse novo modelo mental para o marketing. O simples ato de buscar e resolver algo pelo celular pode parecer muito banal nos dias de hoje. O que de fato é, uma vez que 94% dos usuários de smartphones procuram por informações em seus aparelhos enquanto estão em meio a tarefas, segundo recente pesquisa do Google. Essa é a questão. É aqui que reside um ponto que muitas marcas ainda não prestaram a devida atenção. Vários desses pequenos momentos juntos na vida de milhões de pessoas sinalizam uma grande mudança, com implicações profundas. Ninguém se prende mais a determinados momentos para pesquisar e tomar decisões. A previsibilidade dos desktopscedeu lugar às interações fragmentadas, viabilizadas pelo uso intenso dos dispositivos mobile, principalmente dos smartphones. Nesse novo e definitivo cenário, as decisões passaram a ser tomadas em instantes de impulso, gerados a partir de uma necessidade que não tem mais hora marcada para se manifestar. Tudo está acontecendo ao mesmo tempo. Estamos checando a hora, mandando mensagens, assistindo a vídeos, conversando com amigos e compartilhando nas redes sociais, a qualquer momento; seja em casa, no trabalho, no ônibus, na rua, noshopping center, em qualquer lugar. Em média, os brasileiros olham para os seus telefones mais de 86 vezes por dia. Em meio a tudo isso, a atenção do usuário é dispersa. O desafio dos profissionais de comunicação e marketing passa a ser o de encontrar o exato momento em que os consumidores estão mais receptivos às mensagens das marcas, que chamamos de micro-momentos. É o “momento eu quero saber”, o “momento eu quero ir”, o “momento eu quero fazer”, o “momento eu quero comprar”. Os micro-momentos mais importantes para os consumidores também são para as marcas. Esses micro-momentos ocorrem quando as pessoas usam osmartphone para satisfazer uma vontade pontual de aprender, de fazer, de descobrir, de assistir ou comprar algo. São instantes de real intenção em que decisões são tomadas e preferências são moldadas em questão de minutos ou segundos. Isso fica bem claro nos bilhões de buscas, de horas de vídeos assistidos e de interações com vários sites e aplicativos que testemunhamos todos os dias. Essa mudança de comportamento é crítica para anunciantes. Já não há apenas alguns momentos esporádicos da verdade, mas inúmeros momentos que importam. O varejo é um bom exemplo de setor que tem passado por uma grande mudança por causa dos dispositivos móveis. Um em cada três consumidores prefere consultar seu celular dentro da loja do que pedir informações a um atendente. Nesses micro-momentos, as expectativas dos consumidores são mais altas que o normal. Graças aos poderosos computadores que carregamos em nossos bolsos, fomos treinados a buscar por marcas que nos entreguem exatamente o que estamos procurando. De fato, 69% dos consumidores
Load more

powered by
AzClick

Recentemente adquirida pelo grupo AZClick, a Agência ADD+ agora
conta com toda bagagem de tecnologia, aumentando sua expertise para projetos digitais em
diversos segmentos, como: e-commerce, e-business, analytics e varejo, envolvendo search engine,
segmentação comportamental e métricas, pesquisa de mercado, análise de conversões
e visualização de dados.


Conheça a azclick